Compras no celular em comércio eletrônico

O impacto que os smartphones estão tendo na vida de bilhões de pessoas é brutal. E é uma ferramenta com a qual você pode fazer muitas coisas. Entre outros, compre. Algo que está aumentando simplesmente porque o uso de telefones celulares para navegar na Internet está aumentando.

Os dispositivos móveis continuam a desempenhar um papel cada vez mais importante no sucesso do comércio eletrônico. Em 2021, espera-se que as vendas de comércio eletrônico móvel representem 54% do total de vendas de comércio eletrônico.

Além de usar o celular para fazer compras, os clientes também usam o celular para pesquisar decisões de compra antes de comprar na loja ou no balcão. Estima-se que 73% dos clientes afirmam gostar de navegar na internet antes de fazer uma compra em uma loja. Na BrightEdge, também acompanhamos o crescimento do e-commerce. Descobrimos que em 2017, 57% de todo o tráfego online veio de dispositivos móveis e tablets, o que teve um impacto consequente na natureza do e-commerce.

O motivo do Mobile Shopping

A conveniência do cliente com as compras pelo celular cresceu e, portanto, a indústria não pode mais ignorar a importância do celular no mundo do e-commerce.

Como posso otimizar o comércio eletrônico móvel?

Clientes de comércio eletrônico móvel como você já deveriam estar usando um site que funcione com um modelo de design responsivo em todo o site, mas há várias coisas que você pode fazer para tornar sua página de comércio eletrônico ainda mais compatível com dispositivos móveis.

  1. Torne mais fácil para as pessoas encontrarem uma loja física

Uma vez que muitas pessoas gostam de comparar as compras online antes de comprar na loja, facilitando o salto das compras online para as compras presenciais.

  1. Ajude os clientes a entender os produtos.

Inclua vídeos de produtos compatíveis com dispositivos móveis, a capacidade de ampliar as imagens e visuais de alta qualidade para ajudar os clientes a entender seu produto e se sentir mais confiantes antes de clicar no botão 'comprar'.

  1. Facilite o acesso das pessoas aos pagamentos

Os pagamentos podem ser desafiadores para usuários de telefones celulares, porque longas sequências de números, como aquelas exigidas para um cartão de crédito ou cheque, costumam ser difíceis de digitar. Em vez disso, você pode oferecer às pessoas a capacidade de criar uma conta em seu site, onde podem salvar suas informações de cartão de crédito. Você também pode facilitar o uso de opções de pagamento móvel, como PayPal, Google Wallet ou MasterCard MasterPass. Um estudo descobriu que oferecer essas opções alternativas aos usuários levou a um aumento de 101% nas taxas de conversão para usuários de smartphones.

  1. Minimize as formas.

Lembre-se de como é difícil escrever informações em dispositivos móveis. Minimize os formulários na página e preencha automaticamente o que puder.

  1. Ajude os clientes a entender os produtos.

O comércio eletrônico móvel está se tornando rapidamente um item básico do setor. As marcas devem estar preparadas para atender esses clientes online e na loja. A primeira etapa para criar essa experiência de usuário extraordinária é garantir que seu site seja totalmente móvel.

Resultados de sua aplicação

Na postagem de hoje, diremos o que é marketing móvel para uma loja online e o que você deve fazer para evitar a perda de clientes, como no exemplo anterior.

O que é marketing móvel?

O conceito de mobile marketing, conforme definido na Wikipedia, é uma técnica de marketing online multicanal focada em atingir um público específico em seus smartphones, tablets ou qualquer outro dispositivo relacionado por meio de sites. Inclui todas as atividades relacionadas com a concepção, implementação e execução de ações de marketing.

Partindo desta primeira definição geral, vamos nos concentrar na última parte: "desenho, implementação e execução", porque é exatamente isso que vamos fazer: adaptar nossas ações de e-commerce à navegação móvel.

A importância do marketing móvel

Tudo aconteceu no final de 2016, mas vimos isso acontecer muito antes. Em 1º de novembro, a Global Stats publicou um relatório afirmando que o uso de dispositivos móveis era maior do que o de computadores pessoais pela primeira vez. O marketing móvel estava no controle e não se espera que isso mude no futuro.

As pessoas não usam apenas seu tablet ou telefone para verificar seus e-mails ou redes sociais, mas também para comparar e comprar produtos. O mobile marketing deixou de ser uma opção para as lojas online, é uma obrigação.

Vantagens e desvantagens do marketing móvel

Sabemos que o marketing móvel está fora dos padrões e, portanto, uma obrigação, mas antes de entrarmos no mercado, vamos dar uma olhada nos benefícios e desafios que ele enfrentará.

Vantagens

Disponibilidade e rapidez: os usuários sempre carregam seus telefones consigo e os verificam cerca de 150 vezes por dia, em média. Prepare-se para quando for a sua vez! 😉

Design simples: projetar e gerar conteúdo para dispositivos móveis é mais fácil - menos é muito mais aqui.

Público maior: embora nem todo mundo tenha ou use um computador regularmente, cada vez mais pessoas usam seus telefones diariamente. Preparar sua estratégia para esse público amplia seu alcance.

Crescimento: Embora pareça impossível não fazê-lo, a relação entre os telefones celulares e a Internet é um fenômeno relativamente novo com enorme potencial de crescimento.

Facilidade de pagamento: os métodos de pagamento mais comuns já são 100% compatíveis com dispositivos móveis.

Desvantagens

Variedade de telas: cada dispositivo tem um tamanho diferente, por isso é quase impossível fazer uma loja se adaptar a todas elas. Você pode verificar como seu site aparece em diferentes dispositivos com esta ferramenta online.

Privacidade: é uma boa ideia tornar a navegação mais fácil, mas interrompê-la com mensagens e notificações pode ser irritante.

Limitações de navegação: para uma tela de 5 polegadas sem mouse, você deve escolher cuidadosamente o que exibir; não há espaço suficiente para tudo.

Hábitos: embora a navegação móvel tenha superado a do PC, ainda preferimos o computador na hora de comprar. É muito comum usar um smartphone apenas para olhar e comparar, mas esperar para fazer a compra de um computador.

Para aproveitar ao máximo essas vantagens e limitar os transtornos, vamos ver o que temos que levar em conta para evitar a perda de um único cliente que visita nossa loja a partir de um smartphone.

5 chaves para marketing móvel de lojas online

Cada site e comércio eletrônico é diferente, mas, ao aplicar essas regras básicas, você garantirá que não perderá um único cliente como um "salto" simplesmente porque ignorou as técnicas básicas de marketing móvel.

Design responsivo: Pode-se pensar que é óbvio, mas existem muitas lojas online cujos designs não são adaptados para dispositivos móveis.

Evite pop-ups: além do fato de que eles estão piorando para o SEO, eles são ainda mais irritantes em uma tela pequena.

Não use barra lateral: no smartphone, a barra lateral aparecerá abaixo de tudo, perdendo assim toda a sua utilidade.

Tamanho e cor da fonte: não se desvie da combinação de fundo branco + fonte preta, a visão de seus leitores vai agradecer.

Parágrafos mais curtos: o que pode parecer um parágrafo curto na tela grande pode rapidamente se transformar em um enorme, que assustará o leitor móvel.

E agora que sabemos o básico, vamos mergulhar em algo mais concreto.

Como adaptar uma loja online para smartphones

Para exibir uma versão diferente da sua loja online daquela que você vê em um computador normal, você tem 2 opções: um design responsivo ou um domínio diferente.

Responde ou se adapta

É a mesma versão de desktop que usa CSS (folhas de estilo) para caber em telas menores. A maneira comum de adaptá-lo é removendo alguns elementos perturbadores, como controles deslizantes ou imagens.

Normalmente, os temas WordPress ou PrestaShop serão adaptados por padrão sem exigir nenhuma ação de sua parte. Porém, se você deseja modificar algo, você deve usar as consultas de mídia.

Isso é um pouco mais avançado, e se você não sabe nada sobre CSS, não se preocupe.

Consultas de mídia são regras CSS que informam o que mostrar ou não, dependendo do tamanho da tela.

Com esta regra, podemos definir como queremos nossa página da web quando a tela for 320 x 480px. Estas são as dimensões comuns dos smartphones.

Com este outro, além dos pixels, também podemos especificar a orientação da tela. A partir de 700 px e acima, normalmente estamos falando sobre telas de tablets.

Como você pode imaginar, há quase um número infinito de combinações quando se trata de tamanhos e orientações de dispositivos, certo? Esta é a dificuldade de que falamos anteriormente.

URL diferente

Este método consiste em ter uma versão diferente do seu site em um URL diferente, ou seja, não apenas adaptá-lo. Dessa forma, quando os usuários se conectam com seus dispositivos móveis, a URL do celular é aquela que eles acessam.

A regra é usar um 'm' antes do URL original. É assim que o Twitter faz, por exemplo. Se você acessar https://m.twitter.com, verá a versão móvel mesmo se estiver usando o computador.

Nosso conselho é que você não precisa ir tão longe. É mais do que suficiente que o seu e-commerce possa ser visto de forma clara e fácil em uma tela pequena.

AMP, iniciativa do Google para navegação móvel.

Você já deve ter percebido que ao pesquisar algo no Google, alguns resultados aparecem com esta marca.

É um projeto do Google que se concentra em melhorar a velocidade de navegação móvel. Ele acelera o site, limitando-o a texto e imagens, tornando o carregamento muito mais rápido.

Nas próprias palavras do Google: "O AMP é ótimo para e-commerce porque torna os sites mais rápidos e eles promovem conversões de vendas."

Para adaptar sua loja WordPress para AMP, você pode usar um destes plug-ins:

AMP WooCommerce - Um plugin gratuito e super fácil de usar.

WP AMP: plugin pago que permite adicionar vídeos e banners do AdSense, entre outras coisas.

Uma boa maneira de começar a se familiarizar com o AMP é adaptar uma postagem do blog e medir a melhoria na velocidade de carregamento antes de começar a usar o WooCommerce.

Se você usa PrestaShop, esses módulos oferecem adaptação AMP:

Módulo AMP: custa cerca de 72,59 euros e permite criar páginas AMP para categorias, produtos e home.

Google AMP - Este módulo é um pouco mais caro, mas vale a pena. Ele permite que você personalize praticamente qualquer coisa que você possa imaginar e afirma que torna os sites 7 vezes mais rápidos. São 149 euros.

Outra última opção é criar seu próprio aplicativo.

O uso de um aplicativo só é aconselhável se você tiver vendas recorrentes, pois ninguém vai baixar um aplicativo para comprar apenas uma vez. O da Amazon, por exemplo, é um dos aplicativos mais usados, mas também é a Amazon ...

Como ver seu tráfego de celular no Analytics

Se você tiver alguma dúvida sobre se essas adaptações valem a pena quando se trata de melhorar sua estratégia de mobile marketing, você pode verificar com antecedência o volume de tráfego móvel para seu e-commerce.

Vamos usar o Google Analytics para isso.

Vá para a barra lateral "Público >> Celular" e depois "Visão geral". Lá você pode ver o número de visitas e quais os percentuais de smartphones, tablets ou desktops.

Se você quiser dar um passo adiante, em "Dispositivos" você pode até ver quais dispositivos estão visitando você: iPhone, Galaxy, ...

A norma, como você pode ver, é que a soma do celular e do tablet é um pouco maior que a do desktop.

Se for esse o caso com o seu site também e você ainda não fez nada para acomodar todos os usuários ... não espere mais!

Você está pronto para fazer seus usuários móveis se apaixonarem?

Pense em você tentando aproveitar ao máximo seu tempo livre quando estiver usando o transporte público ou esperando por alguém. Certamente você comprou algo em um desses momentos.

Nossa loja online deve estar sempre pronta para receber uma visita, não importa quando ou como ela chegue.

Siga os passos desta postagem porque além de vender mais, você também vai melhorar seu posicionamento na web.

A compra online é uma forma de comércio eletrônico que permite aos consumidores comprar produtos ou serviços diretamente de um vendedor pela Internet usando um navegador da web. Os consumidores encontram um produto de seu interesse visitando o site do varejista diretamente ou pesquisando fornecedores alternativos usando um mecanismo de busca de compras, que mostra a disponibilidade e o preço do mesmo produto em diferentes lojas virtuais. A partir de 2020, os clientes podem fazer compras online usando vários computadores e dispositivos diferentes, incluindo desktops, laptops, tablets, smartphones e alto-falantes inteligentes.

Uma loja online evoca a analogia física da compra de produtos ou serviços em um varejista ou shopping center normal; O processo é chamado de compras online business-to-consumer (B2C). Quando uma loja online é estabelecida para permitir que as empresas comprem de outras empresas, o processo é chamado de compras online business-to-business (B2B). Uma típica loja online permite ao cliente navegar pela gama de produtos e serviços da empresa, ver fotos ou imagens dos produtos, juntamente com informações sobre as especificações, características e preços dos mesmos.

As lojas online geralmente permitem que os compradores usem funções de "pesquisa" para encontrar modelos, marcas ou itens específicos. Os clientes online devem ter acesso à Internet e um método de pagamento válido para concluir uma transação, como um cartão de crédito, um cartão de débito habilitado para Interac ou um serviço como o PayPal. Para produtos físicos (por exemplo, livros de bolso ou roupas), o e-comerciante envia os produtos ao cliente; Para produtos digitais, como arquivos de áudio digital para músicas ou programas de computador, o e-comerciante normalmente envia o arquivo ao cliente pela Internet. As maiores dessas empresas de varejo online são Alibaba, Amazon.com e eBay.

Embora a navegação móvel tenha superado a do PC, ainda preferimos o computador ao fazer compras. É muito comum usar um smartphone apenas para olhar e comparar, mas esperar para fazer a compra de um computador. Como você pode imaginar, há quase um número infinito de combinações


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.